Qual o método que vocês utilizam? – Institucional EA
Topo

Qual o método que vocês utilizam?

Essa pergunta, feita por pais de alunos, por muito tempo assustou os colaboradores da Educação Adventista. Apesar de ser uma rede amplamente conhecida e estruturada, cujos procedimentos são embasados em uma filosofia educacional sólida, a ausência de um nome para o nosso método já fez muitos secretários, monitores, professores, coordenadores e mesmo diretores gaguejarem diante da indagação. Tentativas eram feitas por alguns que, de modo dissonante, atribuíam as ações de suas escolas a outros métodos, enquanto outros afirmavam que se utilizavam do “método eclético”, como se isso fosse possível…

Foi então que, baseados nas afirmações contidas nesses escritos, os educadores desta rede finalmente encontraram um nome que, depois de divulgado, pareceu óbvio: o método da educação integral. O surpreendente foi que o nome não tivesse sido pensado antes.

Entretanto, se você retornar à pergunta inicial do texto, perceberá que o problema ainda não foi resolvido. Afinal, o que os pais que visitam nossas escolas procurando saber se ela é o lugar ideal para seus filhos sabem sobre o método da educação integral? É necessário explicar.

Em primeiro lugar, o método recebe esse nome devido aos objetivos a que se propõe: desenvolver nos estudantes, de forma harmônica, as faculdades físicas, mentais e espirituais (livro Educação, pág. 18) e, portanto, contribuir para sua formação integral. Além disso, o método baseia-se na Bíblia e nos princípios expostos nos livros da educadora Ellen G. White, embora agregue contribuições de outros pesquisadores / educadores, desde que não entrem em confronto com os princípios filosóficos adotados pela rede.

Correndo o risco de parecer repetitivo, chegamos novamente a um ponto em que surgem dúvidas. Afinal, o que esses pais, a quem você se dirige, sabem sobre a “educadora Ellen White”? Se eles forem adventistas, com certeza terão ouvido falar dela como a “irmã White” ou “senhora White”. Provavelmente tenham ouvido seu nome associado a alguma expressão bastante denominacional, como “Espírito de Profecia” ou “Pena Inspirada”. Entre os pais não adventistas, o nome pode soar como uma incógnita. E você, conhece a educadora Ellen White?

Comecei a estudar a obra educacional de Ellen White há mais de quinze anos e posso afirmar, com convicção, que foi devido ao ideal exposto em seus escritos que resolvi estudar Pedagogia. Nesse período, conheci diversos modismos que influenciaram as teorias pedagógicas e já vi vários deles ocasionarem grandes estragos.

Alguns se mostraram desastrosos por serem embasados em conceitos filosóficos que se revelaram distorcidos e outros, apesar de conceitualmente interessantes, elaborados a partir da observação de necessidades reais da sociedade ou dos educandos, foram aplicados irresponsavelmente sem que decorresse o tempo necessário para amadurecimento e análise detalhada. Os resultados são expostos através das lamentáveis estatísticas educacionais frequentemente alardeadas pela mídia. É interessante, porém, notar que “grandes descobertas” de pesquisadores recentes já se encontravam delineadas em seus escritos, que já possuem (em sua maioria) mais de um século.

Nossos educadores da rede podem dizer, com convicção, que a filosofia que pauta nossas ações baseia-se nos princípios bíblicos e, também, nos escritos de uma verdadeira educadora.

Lilian Martins Larroca

Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) e especialista em Psicopedagogia pela FAMERP (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto).

Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website