Topo

Meu professor é meu herói

Recentemente foi divulgada a notícia sobre o protagonismo de uma universidade em Manila, Filipinas. Trata-se de uma tentativa de quebra de recorde do Guinness Book. Uma multidão de exatas 16.729 pessoas formaram com os seus corpos a frase “My teacher is my hero!” (Meu professor é meu herói). Além de inusitado, o fato reconhece e conduz o mundo a refletir sobre a importância da figura dos educadores para a sociedade.

Desta maneira, com a frase humana organizada no arquipélago asiático, não pude deixar de recordar o trágico acontecimento envolvendo a professora Helley de Abreu Batista, docente em uma creche de Janaúba, MG. Na tentativa de salvar os seus alunos de um incêndio criminoso, sofreu graves queimaduras e não resistiu.

Após o fatídico episódio, a professora foi reconhecida como uma heroína e recebeu da presidência da república a Ordem Nacional do Mérito, condecoração concedida aos cidadãos brasileiros que prestam serviços relevantes à nação. Essa educadora foi além do papel para o qual foi designada. É indiscutível a humanidade desta mulher e sua postura frente ao contexto ao qual foi exposta.

Em meio a esta tragédia concomitante com a homenagem daquela multidão asiática e ao mês em que se comemora o Dia dos Professores, anseio que possamos refletir acerca do papel destes atores sociais. Profissionais que colaboraram para o futuro dos estudantes e que, por vezes, a exemplo de Helley, acabam literalmente salvando vidas.

Professor, quer seja pela mensagem que você ensina ou através do amor e exemplo com que educa, continue inspirando os seus alunos.

 

“A mais bela obra já empreendida por homens e mulheres é lidar com mentes jovens.”
Ellen White 

 

 

Imagem: Robert Kneschke/Fotolia
Samantha Avila Pinto

Coordenadora Pedagógica do Colégio Adventista de Porto Alegre, RS.

Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website