Topo

Física na prática

A inovação também faz parte do processo de ensino. Não basta dominar as teorias é preciso entender como elas funcionam na prática. Com essa ideia, o professor de Física, Alex Retamero, desenvolveu um experimento diferente com os alunos do Colégio Adventista Boqueirão, Curitiba, PR.

Quanto uma ponte feita com palitos de sorvete e cola aguenta de peso? O desafio foi lançado em uma aula de Física para os alunos do Ensino Médio. Era preciso misturar cálculos e criatividade para provar que a Física não é aquela matéria considerada chata pela maioria.

“A melhor forma de você ensinar é aplicar no dia a dia. Então a aula de Física precisa ter essa ‘pegada’ experimental. Você mostra os cálculos, mostra o rigor matemático, mas você mostrar uma aplicação e fazer um experimento que comprove isso é muito melhor”, explicou o professor de Física, Alex Retamero.

Os estudantes estão envolvidos no trabalho há um mês. Eles aprenderam que as treliças são as responsáveis por sustentar o peso. Foi preciso algumas regras para construir as pontes:  medir até um metro de comprimento, no máximo 40 centímetros de altura, e pesar até 500 gramas.

“A matéria em si, eu não gosto…, mas quando chega na parte da prática é bem interativo. Você consegue se prender no que está fazendo”, contou a estudante Julia Letiere.

Para avaliar se a obra ficou boa, o professor testou os trabalhos. O cálculo para dar a nota era o seguinte: anotar a quantidade de carga que a construção aguentou e dividir pelo peso da ponte, que é de 500 gramas. O ideal era que o trabalho aguentasse pelo menos 80 quilos.

 

Fonte: TV É-Paraná
Compartilhar
CPB Educacional
Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website