Topo

Estudar nas férias?

As tão esperadas férias chegaram. E a lista de coisas para fazer neste período é extensa – brincar, passear ou até mesmo tirar um tempinho a mais para dormir. Mas o estudo, muitas das vezes é esquecido e não entra como um item a se fazer nestes dias de descanso. Afinal, férias são sinônimo apenas de lazer, certo? Errado!

Segundo a professora Andressa Medeiros, diretora e coordenadora pedagógica da
Escola Adventista de Santo Antônio da Patrulha (RS), a pausa na sala de aula não significa necessariamente a distância dos livros. Isso porque seria ideal que o aluno mantivesse um ritmo menor, porém parecido, com o que ele já tem em seu dia a dia. Dessa forma, o retorno das férias não será tão difícil. “As férias foram feitas para relaxar, mas não parar totalmente. A perda de ritmo é muito negativa, porque o aluno volta para a escola indisposto, focado apenas nas brincadeiras que ele fez nas férias. Isso pode fazer com que ele perca bastante o ritmo acadêmico e, consequentemente, o desempenho também cai”, explica.

 


A professora Andressa Medeiros dá dicas aos pais para ajudar no bom retorno dos filhos às aulas:

 

  1. Mantenha a rotina de horários
    É essencial uma certa flexibilidade na hora de acordar ou dormir, porém mais coordenado. A mesma coisa se aplica à alimentação.
  2. Separe um período médio de 30 minutos por dia para o estudo
    Nesse processo, a participação da escola é muito importante se já oferecer ao aluno exercícios rápidos e fáceis para serem preenchidos durantes esses dias.  Nada impede também de a criança mesclar esse tempo separado com um livro que ela se propôs a ler nas férias.
  3. Monitore os períodos em frente à televisão ou na internet
    Selecione filmes que possam ocupar o tempo de forma saudável e com algum tipo de aprendizado. Esse tempo também pode ser aproveitado em recreações e atividades com os colegas.
  4. Momento de retomar os conteúdos
    Para os alunos que apresentam baixo desempenho acadêmico, os pais podem coordenar a revisão de disciplinas. É uma maneira de tirar o atraso e colocar os estudos em ordem.
  5. Programe um momento em família
    Nem todos os pais entram em férias neste período, mas é importante um momento em família: seja um passeio, um diálogo, um filme ou até um almoço.

 

Todas as sugestões não descartam o tempo de entretenimento, pelo contrário, ajudam a traçar um cronograma de férias mais adequado, para que os estudantes não fiquem ociosos ou encontrem um clima de monotonia.

 

 

VETA TAMBÉM:

Brincadeiras para se divertir gastando pouco

 

Imagem: Halfpoint/Fotolia
Compartilhar
Jéssica Guidolin

Formada em Jornalismo e pós-graduada em Comunicação e Marketing. Trabalha como assessora de comunicação na sede da Igreja Adventista para o Sul do Brasil.

Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website