Escolas de Salvador, BA, potencializam o ensino da Matemática – Institucional EA
Topo

Escolas de Salvador, BA, potencializam o ensino da Matemática

Neste mês foi comemorado no Brasil o Dia da Matemática (06/05). A data faz alusão ao nascimento do professor Júlio César de Mello e Souza em 1895, que ficou conhecido sob o pseudônimo Malba Tahan. A longo de 79 anos ele publicou 51 livros voltados à Matemática. Sua obra mais famosa, “O homem que calculava”, tornou-se um best-seller ao apresentar os números de modo divertido e envolvente.

Tornar a Matemática atrativa ainda é um desafio para muitos educadores. A rejeição de grande parte dos estudantes à disciplina é refletida nos índices avaliativos. Esses “muros” construídos no decorrer de toda vida educacional do aluno geralmente são erguidos a partir dos primeiros anos escolares, mas nunca é tarde para reverter essa situação. Um exemplo disso é a Academia da Matemática, projeto desenvolvido no Colégio Adventista de Castelo Branco, Salvador, BA.

O projeto é uma ação conjunta entre alunos do Ensino Médio e professores, sendo realizada na própria escola durante o contraturno escolar. Monitorados por alunos que dominam a matéria, os estudantes reúnem-se em grupos para realizar atividades propostas pelo professor. Esses exercícios servem como treino de habilidades específicas de acordo com os conteúdos ensinados em sala de aula.

Segundo Rodrigo Silva, professor responsável pelo projeto no Colégio Adventista de Castelo Branco, Salvador, BA, os resultados impressionam. “Recebi depoimentos de alunos que apresentavam dificuldades em aprender, mas agora conseguem assimilar o que é apresentado em sala de aula. Outros não se sentiam à vontade em fazer perguntas, já nos grupos eles têm a oportunidade de se expressar e se ajudar. ”

De acordo com o professor, neste ano foram realizados cinco encontros no primeiro bimestre, o que trouxe aumento nas notas das avaliações e, consequentemente, nas médias. Em uma das turmas o índice de aprovação foi em torno de 40% a mais, comparado com o mesmo período do ano passado.

 

OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DA ASSOCIAÇÃO BAHIA (OMAB)

Alunos do Colégio Adventista de Itapagipe recebem a medalha de prata [Imagem: Monique dos Anjos]

Em 2016, com o intuito de transformar o estudo da Matemática em uma competição saudável e divertida nas unidades escolares adventistas pertencentes a região de Salvador, os professores Rodrigo Silva e Wesley Oliveira, juntamente com a coordenação pedagógica do campo administrativo, desenvolveram as Olimpíada de Matemática da Associação Bahia (OMAB). Devido ao bom envolvimento dos alunos, a ideia também se estendeu para os anos iniciais do ensino fundamental e também para a área de Linguagens com um concurso de redação.

Outro destaque da região é a conquista da medalha de prata dos alunos do 9º ano do Colégio Adventista de Itapagipe na Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras (MSF).  Apenas dois colégios alcançaram o segundo lugar em todo o estado da Bahia. Outras Escolas Adventistas em Salvador foram premiadas com medalha de bronze.

“A realização desses movimentos provocou uma verdadeira revolução no ensino de Matemática aqui Associação Bahia, pois as escolas começaram a preparar seus alunos. A ideia é levar escolas, professores e alunos a uma transformação de postura e a buscar por novos conhecimentos, além de promover um aprendizado significativo”, afirmou o professor Rodrigo Silva.

Compartilhar
Olivandro Maia

Equipe CPB Educacional.

Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website