Topo

Em busca da excelência

A parceria entre a Casa Publicadora Brasileira (CPB) e a rede educacional adventista já é centenária e tem se intensificado nos últimos anos com a produção de material didático. Buscando fortalecer essa cooperação, anualmente a editora tem investido num encontro nacional de educadores. A novidade da edição deste ano, realizada de 8 a 10 de maio, em Guarulhos (SP), foi a premiação de boas iniciativas docentes. O programa serviu também para o alinhamento de ideias e apresentação das novidades da editora para 2018.

 

PRÊMIO CPBEDU

“Os professores são o bem maior da rede adventista”, reconheceu o pastor José Carlos de Lima, diretor-geral da CPB, na homenagem prestada pela editora às professoras Hulda Cyrelli e Nair Ebling, duas das primeiras autoras de livros didáticos da CPB.

Outro destaque do evento foi a entrega do prêmio CPBedu, que tem como objetivo valorizar, recompensar e promover o trabalho dos professores. O prêmio, lançado no ano passado, teve 536 projetos inscritos e foi dividido em duas etapas.

Na primeira fase foram selecionados 44 projetos, 11 de cada nível de ensino. Os ganhadores receberam a assinatura anual de uma revista da CPB. Já na segunda etapa, foram selecionados quatro trabalhos cujos autores receberam um vale-presente de 5 mil reais, e suas orientadoras, as coordenadoras pedagógicas, uma gratificação de 2 mil reais.

O projeto vencedor da Educação Infantil foi o de autoria da professora Francinete Lima de Sousa, do Colégio Adventista Paul Bernard, em Manaus (AM). Com a ajuda dos pais, os estudantes escolheram uma história do livro Aventuras Bíblicas 3 e contaram essa narrativa por meio de um vídeo gravado por celular. No fim, toda a classe se reuniu para assistir aos vídeos.

O vencedor do Ensino Fundamental 1, da professora Karine da Costa Vieira, do Instituto Adventista de Manaus (AM), incentivou a produção de cartazes nas aulas de Língua Portuguesa para promover uma campanha de arrecadação de brinquedos. A mobilização se estendeu para toda a escola, as doações foram destinadas para um abrigo de crianças e os estudantes trocaram cartas com os beneficiados.

 

No Ensino Fundamental 2, o prêmio foi para o projeto “Zika Zero”, de Ana Paula Santos Conceição, professora do Colégio Adventista de Recife (PE). Na primeira parte do projeto, a ênfase foi informativa. Por sua vez, a segunda envolveu a doação de itens para a União de Mães de Anjos (UMA), ONG que auxilia mães de crianças microcefálicas.

 

Por fim, no Ensino Médio, o projeto vencedor foi o “Laboratório de Política”, de Aloísio Cansian Segundo, professor de Filosofia do Colégio Adventista Boqueirão, em Curitiba (PR), que incentivou o debate democrático de ideias entre os estudantes, contribuindo para o desenvolvimento do senso crítico, da argumentação e expressão de opinião.

 

“Estamos contentes em ver a alegria dos professores homenageados. São os docentes que fazem a diferença na sala de aula. Ver a alegria desses professores recompensa qualquer esforço”, comemorou o professor Alexander Dutra, gerente da CPB Educacional, segmento didático da editora. Os quatro projetos finalistas serão publicados na revista e no site cpbeducacional.com.br.

Veja as fotos do encontro e premiação:

NA VITRINE

Na sequência do encontro nacional de educadores, a CPB Educacional participou pela quarta vez da maior feira de educação da América Latina: a Bett Educar. Sediado em São Paulo, nos dias 10 a 12 de maio, o evento foi visitado por 17 mil pessoas. No miniauditório do estande da CPB foram ministrados workshops por professores da rede adventista e autores de livros didáticos.

“Estar em uma feira como essa é a oportunidade de mostrar que a Igreja Adventista tem um conteúdo diferenciado para a educação, e de tornar relevante nossa proposta também fora dos muros das nossas escolas”, avaliou o pastor Erton Köhler, presidente da sede sul-americana da igreja, em visita ao estande da editora.

Veja as fotos:

CPB Educacional
Sem comentários
Adicionar comentário
Name*
Email*
Website